Cozinhando

Pizza assada ao estilo italiano: 15 segredos

Seguindo dicas e truques simples, podemos preparar rapidamente pizzas caseiras mais deliciosas, que está mais próxima da receita principal da pizza italiana. Nossa pizza simples se tornará uma pizza profissional se seguirmos essas dicas. Criar pizza caseira é demorado e complexo, mas com a prática, você melhorará gradualmente e cozinhará uma pizza melhor a cada vez. Dividimos os pontos críticos da preparação de pizza caseira em várias massas de pizza, molhos, queijos e elementos na pizza. Por último, mas não menos importante, fornecemos algumas dicas para assar pizza.

Pizza assada ao estilo italiano: 15 segredos

1. Refrigerar a massa para fermentação suave

A massa de pizza italiana fermenta na geladeira por 48 horas antes de assar. A elasticidade do glúten é maximizada sem tornar a massa emborrachada ou dura. Refrigerar a massa por um longo tempo fará com que ela tenha um bom sabor, independentemente de você mesmo fazê-la ou comprá-la pronta.

O processo de fermentação é retardado e o sabor e a textura da massa são melhorados reduzindo sua temperatura. Como resultado, mais amido é quebrado pela levedura, e a massa se torna mais macia e mais leve em textura. Os subprodutos deste processo melhoram o sabor da massa.

Deixe a massa descansar por uma hora à temperatura ambiente antes de transferi-la para a geladeira para continuar o processo de fermentação. Antes de assar a pizza, separe os pedaços de massa de 220 g e enrole-os sobre a mesa. Depois disso, cubra-os e deixe-os descansar por pelo menos uma hora. A massa deve descansar por duas horas se o ar em sua cozinha estiver frio. Antes de assar a pizza, a massa deve atingir a temperatura ambiente.

A massa deve descansar na geladeira por pelo menos 24 horas. Mesmo que você só possa refrigerá-lo durante a noite, ainda é melhor do que nada.

2. A massa fria não deve ser espalhada

O frio fará com que o glúten se acumule e a massa endureça se você tirá-la diretamente da geladeira. Toda vez que você aplica massa fria, ela retorna ao seu estado anterior. No forno, a massa dura também sobe e engrossa.

3. Espalhe a massa à mão

Quando você enrola a massa com um rolo, o ar dentro escapa e a massa é espremida, fazendo com que o pão da pizza engrosse. Espalhar a massa à mão nos permite controlá-la. A textura e o sabor da massa mal moldada ainda serão bons. Você cum encontrar muitos vídeos na internet mostrando-lhe como espalhar massa de pizza à mão.

4. A massa não deve ser amassada em excesso

Quando a massa é fina e levemente passada, ela está pronta. No caso da massa de pizza, isso significa que você a amassou muito. Porque o glúten nesta massa é muito forte, é difícil de espalhar, e o pão de pizza torna-se duro e semelhante a pão.

5. Certifique-se de usar a farinha certa

A farinha certa desempenha um papel importante na textura da pizza. Pizza caseira pode ser feita com farinha de pão.

O teor de proteína na farinha deve estar entre 12 e 15%. Como o glúten se decompõe com o tempo, a massa feita com essa farinha pode ser armazenada na geladeira por horas.

O pão de pizza engrossa como um bolo ou biscoito quando feito com farinha de bolo ou farinha de trigo.

6. Menos levedura deve ser usada

Não há necessidade de usar tanta levedura como indicado na receita. É possível prevenir o sabor forte da levedura, reduzindo a quantidade de levedura. Este é um problema que a maioria dos iniciantes enfrenta.

A maioria das receitas elimina o longo processo de fermentação, de modo que a pizza fica pronta em poucas horas. Você não precisa dessa quantidade de massa se fermentar sua massa na geladeira por mais tempo (24 a 48 horas), no entanto. À medida que a levedura se alimenta do açúcar e quebra o amido, ela cria uma bolha e um sabor de dióxido de carbono.

7. Fazer pizza caseira requer medições precisas. É possível cometer erros ao preparar a massa, o que pode resultar na massa não assar ou inchar bem, ou na degustação do pão de pizza, como fermento ou pão. Além disso, medir xícaras e colheres dificulta o uso de quantidades constantes de ingredientes. Uma balança digital de 0,1 grama para levedura, sal e açúcar é um ótimo investimento.

1. Molho para pizza

Amasse e purê os tomates para preparar o molho. Depois disso, tempere-os com sal e pimenta. Você não deve cozinhar o molho porque ele cozinha o forno e os tomates. Se cozinharmos o molho enquanto cozinhamos a pizza em fogo alto, perdemos a isca. Um sabor pungente de queimação resultará da adição de óleo ao molho.

2. Você pode precisar usar menos molho do que você pensa

Para uma pizza com um diâmetro de 30 cm, uma pequena colher de molho é suficiente. Seria útil se você não usasse muito molho. Basta aplicar uma camada fina. De certa forma, o molho de pizza age como cola entre a massa e os ingredientes.

Além disso, o molho de pizza não deve ser suculento sdesde que o forno não tenha tempo suficiente para secar os ingredientes. Além disso, a suculência do molho evita que o pão de pizza se torne crocante e seco.

Queijo feito de mussarela fresca

Geralmente cobrimos nossas pizzas com uma espessa camada de queijo mussarela ralado ou fatiado. No entanto, a mussarela fresca é usada na pizza italiana. É cortado fino e longo, colocado sobre os ingredientes da pizza e não os cobre completamente.

Assim, o queijo é derretido e espalhado sem afetar o sabor de outros ingredientes e só é combinado com massa e molho. Ao contrário da mussarela velha, a mussarela fresca não derrete ou devolve o óleo. Mussarela envelhecida deve ser comprada inteira e fatiada, não ralada ou fatiada.

Os ingredientes da pizza não devem ser exagerados.

Uma pizza com menos ingredientes é melhor. Muitos elementos na massa dificultam a transferência da pizza para o forno, mergulhá-la e amasse-a. Ao comer pizza, pulverizar ingredientes em vez de derramá-los permite que você prove os sabores um por um.

Você não deve adicionar óleo aos ingredientes da pizza, pois causará uma sensação de queimação. Para dar à pizza um pouco de sabor fresco, você pode imediatamente polvilhar um pouco de óleo sobre ela depois que ela sair do forno.

A pizza pode ser feita com matérias-primas.

A pizza será melhorada adicionando alguns ingredientes depois de ter sido removida do forno. Na gama, os legumes frescos murcham e queimam. O sabor da pizza será muito melhor se você adicioná-los depois de cozinhar. Cogumelos crus têm um bom sabor após o cozimento, mas ralar os cogumelos pequenos e delicados em uma pizza preparada é melhor. O calor da pizza suaviza e cozinha os cogumelos ralados, liberando seu sabor. Para fazer uma pizza simples ótima, adicione vegetais picantes, pimentas frescas, como pernil, azeite e suco de limão.

Você pode adicionar queijo parmesão ralado, óleo misturado com alho ou orégano seco depois de cozinhar a pizza.

A pedra da pizza deve ser usada

A pizza não pode ser assada em fornos domésticos porque eles não são quentes o suficiente. Aqui é onde a pedra da pizza entra. A pizza é assada nesta pedra porque cria uma superfície quente. Além disso, remove a umidade e torna a pizza crocante. Se você cozinhar a pizza em uma casca de bandeja fria e fina, ela será massa e não totalmente cozida.

O forno deve ser pré-aquecido

A pizza é melhor cozida em um forno quente. A pedra da pizza atinge sua temperatura mais alta quando o forno é pré-aquecido. Certifique-se de que o forno esteja pré-aquecido por pelo menos 30 minutos. Para obter melhores resultados, pré-aqueça o forno por pelo menos uma hora.

O pré-aquecimento do forno reduz os sopros de mola do fogão. O hálito de cozimento ocorre quando a massa incha em um forno quente antes de endurecer. Como resultado do pré-aquecimento do forno, a massa de pão de pizza torna-se macia em vez de crocante e torrada.

A pizza não deve ser retirada cedo demais.

Ao remover a pizza do forno rapidamente, o meio da massa torna-se massa e o pão de pizza nãose torna crocante. Tire a pizza devagar. A pizza pode ficar no forno, desde que o pão ou os ingredientes não queimem. Como o pão se torna mais crocante e mais marrom à medida que assa, quanto maior o tempo de cozimento, melhor será o sabor.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.